Circuito Pegada Verde em Monsanto

No Dia Mundial da Árvore, 21 de março, os alunos do 2º e 3º ciclos da Escola Ave Maria iniciaram a manhã com uma caminhada pela maior área florestal de Lisboa, descobrindo Monsanto. Depois de quase duas horas de marcha, alcançou-se o destino, o Centro de Interpretação de Monsanto. Uma extensa equipa de técnicos aguardava a chegada do grupo de alunos e professores, louvado com uma grande salva de palmas.

Depois de alguns minutos de descanso, várias atividades de sensibilização ambiental pela frente. Estas atividades de sensibilização para a conservação e sustentabilidade envolviam múltiplas entidades, como a Polícia Florestal, Polícia Municipal, Proteção Civil, Técnicos de Educação Ambiental da Câmara Municipal de Lisboa, Jardineiros do Parque Florestal de Monsanto, Regimento Sapadores de Lisboa, entre outros.

Eram muitos os postos de atividades para descobrir curiosidades sobre as árvores e a floresta: 1. Prevenção e defesa da Floresta; 2. Impactes Ambientais nas Alterações Climáticas; 3. Dendrocronologia – O segredo das Árvores, 4. Tiro com Arco, 5. Na Volta das Árvores e 6. Ação de Conservação da Natureza (limpeza de resíduos não verdes e infestantes).

A manhã terminou com a plantação simbólica de árvores. Cada turma foi convidada a plantar um medronheiro, espécie autóctone, na zona envolvente do Centro de Interpretação de Monsanto. Foi ainda oferecido um sobreiro, de modo a que cada turma cuide desta espécie até ser plantada em Monsanto, no dia 22 de novembro, aquando da comemoração do Dia da Floresta Autóctone.  

Comments are closed.
Últimas novidades
X