Matrizes curriculares

“(…) a sociedade enfrenta atualmente novos desafios, decorrentes de uma globalização e desenvolvimento tecnológico em aceleração, tendo a escola de preparar os alunos, que serão jovens e adultos em 2030, para empregos ainda não criados, para tecnologias ainda não inventadas, para a resolução de problemas que ainda se desconhecem.

Nesta incerteza quanto ao futuro, onde se vislumbra uma miríade de novas oportunidades para o desenvolvimento humano, é necessário desenvolver nos alunos competências que lhes permitam questionar os saberes estabelecidos, integrar conhecimentos emergentes, comunicar eficientemente e resolver problemas complexos.”

Decreto-lei nº 55/2018, de 6 de julho

Este diploma legal, partindo de um conjunto de princípios orientadores (ponto 1 do artigo 4.º), define como prioridade a garantia de que “todos os alunos adquiram os conhecimentos e desenvolvam as capacidades e atitudes que contribuem para alcançar as competências previstas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória” (ponto 1, artigo 6.º).

De acordo com o Decreto-Lei n.º 55/2018, de 6 de julho e a Portaria nº 181/2019 de 11 de junho, e no âmbito da autonomia pedagógica consubstanciada no Decreto-Lei n.º 152/2013, de 4 de novembro, e na Portaria n.º 59/2014, de 7 de março, estabelecem-se, para o ano letivo de 2020/2021, as matrizes curriculares para os 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico da Escola Ave Maria apresentadas neste documento. Sobre Planeamento curricular, Dinâmicas de trabalho pedagógico e Avaliação das aprendizagens, devem ser consultadas as secções II e III do Decreto-lei nº 55/2018, de 6 de julho.

Em 2020/2021, ao abrigo das Orientações para a organização do ano letivo 2020/2021 de 3 de julho de 2020, emanadas pela DGEstE, e atendendo à situação provocada pela pandemia da doença COVID-19 e aos vários cenários possíveis da sua evolução ao longo do ano letivo, o planeamento curricular foi revisto e ajustado, respeitando o disposto no Decreto-Lei n.º 55/2018, de 6 de julho.

Todas as turmas dos 2.º e 3.º ciclos da Escola Ave Maria integram o projeto iAMdigital, com o uso dos iPads em sala de aula.

 

Objetivos do projeto iAMdigital:

  • melhoria das aprendizagens, através do estímulo e da motivação dos alunos pelo uso da tecnologia, pela primazia das metodologias ativas e modalidades inovadoras de ensino;
  • incremento da criatividade, do espírito crítico, do trabalho colaborativo entre pares e diversos parceiros;
  • promoção das literacias científica e digital, no âmbito das ciências humanas, exatas e experimentais;
  • promoção da transversalidade do conhecimento, possibilitando uma articulação entre disciplinas;
  • formação de cidadãos responsáveis, utilizando a tecnologia de forma responsável nesta nova sociedade digital;
  • elevação da qualidade educativa através da promoção de competências escolares, profissionais e pessoais.

Com a introdução do iPad em sala de aula como ferramenta de ensino e aprendizagem, coexistindo com os tradicionais materiais escolares, procura-se aliar a modernidade à tradição. Pretende-se, assim, preparar os alunos para uma sociedade marcada pela globalização e pelo desenvolvimento tecnológico, incrementar a colaboração entre pares e entre alunos e professores, promover uma aprendizagem mais personalizada e respeitar ritmos de trabalho individuais, incrementar o envolvimento do aluno no processo de aprendizagem através do acesso a conteúdos e ambientes digitais, lendo o aluno a ser um utilizador digital ativo e criador.

close-link
close-link
close-link
close-link
close-link
close-link
close-link
close-link
close-link